Exército liberou porte de fuzil para membro do PCC, mesmo o "camarada" tendo 16 processos na sua ficha criminal

Noticias gazetacrnews em 22 de julho, 2022 19h07m
Facebook Twitter Whatsapp

Da Redação - O Exército disse que realmente liberou a compra de um fuzil para um membro do PCC - Primeiro Comando da Capital,maior organização criminosa do Brasil. Informou ainda que não havia impedimento legal para negar o porte da arma para solicitante, que se identificou como atirador, colecionador e caçador. Falha clamorosa do Exército brasileiro, e que deve acontecer sempre, desde que o governo "atrapalhado" de Jair Bolsonaro passou a ter a liberação de armas como seu maior projeto de governo. 

A Força ( O Exército) disse que aoenas confio na autodeclaração de idoneidade e a certidão criminal do Tribunal de Justiça do estado de Minas Gerais para análise da documentação. 

O membro do PCC tem uma ficha corrida com 16 processos criminais, como homicidio qualificado e tráfico de drogas. 

Publicidade

O sistema adotado pelo Exército passa a impressão de que a verificação é meramente formal, ou seja, é um incentivo a qualquer pessoa a ter uma arma - mesmo que seja um fuzil. A situação é preocupante, e já há sinais de que com as novas medidas adotadas pelo então governo Bolsonaro, aumentou o número de armas nas mãos de criminosos. 

Fonte: Folha de S. Paulo. 

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários